Rua Treze de Maio, 22-50, Bauru-SP   (14) 3234-7745   contato@visaohospital.com.br
Blog
out 26

8 doenças oftalmológicas mais comuns em crianças

As doenças oftalmológicas mais comuns na infância podem passar despercebidas se depender exclusivamente da reclamação da criança. Isso porque, em determinadas idades o seu filho ainda não sabe definir se há um incômodo verdadeiro acontecendo com ele.

Além disso, alguns problemas oculares podem se manifestar em sintomas que não estão relacionados aos olhos, como dores de cabeça, por exemplo.

Nesse artigo, vamos abordar as 8 doenças oftalmológicas mais comuns em crianças, são elas:

Para conhecer em detalhe cada uma dessas patologias recorrentes na infância, continue a leitura desse artigo.

Estrabismo

Um problema de visão que pode ser percebido logo nos primeiros meses de vida de uma criança e é caracterizado pela perda do paralelismo dos eixos visuais, podendo deixar um ou os dois olhos desviados.

Diferente do desalinhamento que pode ser notado nos olhos de alguns bebês logo em seus primeiros dias de vida, o estrabismo não vai se atenuando sem tratamento, portanto é preciso procurar um médico especialista assim que essa condição é verificada.

Os tratamentos podem ser realizados com tampão nos olhos, óculos e/ou cirurgias.

Miopia

Podendo ser hereditária, a miopia é um erro de refração que ocorre porque a imagem não é focalizada na retina, dificultando que a criança enxergue objetos em uma maior distância.

Essa doença oftalmológica é muito notada por pais e professores em anos escolares, porque quando a criança é míope e ainda não possui o diagnóstico é de praxe que tenha o desempenho nas aulas comprometido e até não queira participar de atividades que exijam enxergar de longe.

Normalmente o tratamento é realizado com óculos com lentes corretivas ou lentes de contato para crianças com mais idade.

Hipermetropia

Como o globo ocular ainda não está em seu tamanho ideal, toda criança quando nasce tem hipermetropia, isso porque as imagens captadas são formadas somente após a retina. Com o crescimento, o normal é que o globo ocular atinja o seu tamanho padrão e a hipermetropia suma.

Porém, quando isso não ocorre, a criança começa a ter dificuldade de enxergar de perto e apresenta sintomas como serrar os olhos para enxergar objetos próximos aos olhos e posicionar-se muito perto de telas de tv, celular ou computador.

O tratamento da hipermetropia é realizado pelo médico oftalmologista com óculos de grau ou lente de contato.

Retinoblastoma

Uma das doenças oftalmológicas mais graves em crianças, o retinoblastoma é um tumor maligno que apresenta alterações na célula da retina.

A patologia pode ser detectada durante o teste do olhinho, realizado logo após o nascimento do bebê, afetando um ou os dois olhos.

O tratamento do retinoblastoma leva em consideração a extensão da patologia e pode envolver uma equipe médica com especialistas em oftalmologia e oncologia.

Doenças oftalmológicas: Ambliopia

Também chamada de olho preguiçoso, a doença nada mais é do que o desenvolvimento irregular de um dos olhos, podendo interferir no bom funcionamento da visão da criança.

A ambliopia tem como causas mais comuns os erros de refração e o estrabismo e os tratamentos podem envolver oclusão, exercícios oculares e/ou uso de óculos com lentes corretivas.

Catarata congênita

Muito grave, a catarata congênita pode ocasionar em perda da visão da criança. Causada por herança genética ou por infecções intrauterinas, o sintoma mais comum do problema de visão é uma mancha esbranquiçada na pupila, vista, especialmente, ao se tirar uma foto com flash.

Após se diagnosticar a catarata congênita, o tratamento pode ser realizado com cirurgia para remoção da catarata e inserção de lente intra-ocular.

Lacrimejamento em excesso

Verificado especialmente em bebês, o lacrimejamento excessivo se dá por conta da obstrução parcial ou total dos canais lacrimais dos bebês, o que impede a drenagem total das lágrimas.

O problema vai sumindo com o tempo e com o crescimento da criança, quando os canais lacrimais vão se alargando.

Doenças oftalmológicas: Alergias

Comum na infância, as alergias podem atingir os olhos de crianças de todas as idades quando eles são expostos há poeira, ácaros, poluição, fumaça, pelos de animais, pólen, perfumes, mofo e outras partículas.

Os sintoma das alergias podem ser vermelhidão nos olhos, coceira, inchaço das pálpebras, sensibilidade à luz, lacrimejamento e até secreção.

O tratamento poderá ser ministrado com o auxílio de antialérgicos, soro fisiológico, colírios e/ou identificando o agente causador da alergia.

Essas são as 8 doenças oftalmológicas mais comuns em crianças e para o diagnóstico de qualquer uma delas, é imprescindível a consulta com um médico oftalmologista de sua confiança.

Nunca dê medicações para as crianças sem possuir uma receita médica e não tome como base casos de outros pais, cada criança tem suas particularidades.

Se você apreciou esse conteúdo sobre saúde da visão de crianças e quer continuar lendo sobre o mesmo tema, acesse esse artigo sobre como preservar a saúde ocular ao longo de toda a vida e cuide-se ainda mais de si.

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.