Rua Treze de Maio, 22-50, Bauru-SP   (14) 3234-7745   contato@visaohospital.com.br
Blog
mar 07
Qual é o momento certo para fazer cirurgia de catarata?

Doenças de visão que afetam mais as mulheres

Muitas pessoas não sabem, mas existem algumas doenças de visão que afetam mais as mulheres se comparadas aos homens. Há aproximadamente 45 milhões de cegos no mundo, e 30 milhões são mulheres.

Esses problemas oculares no sexo feminino geralmente estão associados a diversos fatores, portanto é necessário um diagnóstico cuidadoso para a aplicação do tratamento adequado.

Neste artigo, vamos apresentar algumas dessas doenças, quais seus sintomas e como você pode agir caso apresente algum deles. Boa leitura!

Quais são as doenças de visão que mais afetam as mulheres?

Os problemas oculares em mulheres geralmente estão associados a diversos fatores, como:

  • o fato de que elas vivem mais que os homens;
  • a genética;
  • as mudanças hormonais;
  • uso de medicamentos;
  • e o sistema imunológico.

Descubra abaixo quais problemas de visão mais afetam as mulheres, as causas e sintomas.

Glaucoma

O glaucoma é caracterizado por alterar o nervo óptico e levar a danos irreversíveis nas fibras nervosas, trazendo como consequência para a pessoa a perda do campo visual. Sua origem está relacionada também a inflamações e tumores nos olhos.

Dor nos olhos e na cabeça, perda do campo de visão e surgimento de contorno dos objetos são alguns dos sintomas do glaucoma que podem ocorrer. Além disso, ele é um problema de visão de grande seriedade e que pode ocasionar em cegueira.

Catarata

Diminuição da acuidade visual, visão embaçada e turva, sensibilidade a luz, visão dupla são alguns sintomas da catarata. Essa doença tem como característica o processo de opacificação do cristalino, a lente natural dos olhos que está atrás da íris, o que dificulta a passagem dos raios luminosos que formam as imagens no fundo do olho.

Nas mulheres, o aparecimento da catarata está relacionado à menopausa, pois o organismo interrompe a circulação de estrogênio, alterando uma das camadas que formam o cristalino, que também precisa deste hormônio para bloquear a produção de uma proteína que causa esse problema de visão.

Síndrome do olho seco

É uma condição que altera a produção e/ou a qualidade das lágrimas, provocando o ressecamento do olho, da conjuntiva e da córnea.

Alguns sintomas comuns da síndrome do olho seco podem ser forte vermelhidão, irritação excessiva dos olhos, dificuldade na utilização de lentes de contato e ardência nos olhos.

Além da idade, a síndrome está relacionada ao uso de antidepressivos, alterações hormonais, doenças autoimunes como lúpus e problemas decorrentes da gravidez, e fatores ambientais como clima quente e seco, tabagismo e ar condicionado que também favorecem a doença.

Moscas volantes

Algo movimentando como se fosse um inseto, manchas ou pontos pretos na visão que mudam de posição com a movimentação do olho podem ser sinais de moscas volantes.

Essa doença pode surgir em razão de um processo chamado descolamento do vítreo, o gel que ocupa a cavidade posterior do globo ocular.

As moscas volantes podem acontecer após os 45 anos em pacientes com histórico de miopia devido à inflamação ou trauma nos olhos e tratamento ou cirurgia oculares.

Degeneraçã0 macular relacionada à idade (DMRI)

A Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) é um dos distúrbios responsáveis pelos desconfortos na visão principalmente de idosos, causada pelo envelhecimento da mácula, o órgão responsável pela visão central da capacidade de ver cores, detalhes e traços finos.

Alguns fatores contribuem com o aparecimento da DMRI, como fatores ambientais, metabólicos, consumo exagerado de gorduras, o tabagismo, exposição em excesso aos raios solares, hereditariedade, genéticos e hormonais.

Devido à condição, esta doença ocular causa perda progressiva da visão e é uma das principais causas de cegueira no Brasil em pessoas acima de 55 anos.

 

Agora que você já conhece algumas doenças de visão que afetam mais as mulheres e seus sintomas é importante visitar regularmente o médico oftalmologista para prevenir ou tratar esses problemas, logo que o diagnóstico precoce evita a evolução do quadro.

Caso queira conversar com a nossa equipe, basta entrar em contato conosco e será um prazer atendê-la.

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.