Rua Treze de Maio, 22-50, Bauru-SP   (14) 3234-7745   contato@visaohospital.com.br
Blog
jan 11

3 doenças virais nos olhos

Assim como outras partes do corpo, os olhos também estão sujeitos à doenças virais, e por ser uma área mais delicada, acaba provocando maior incômodo.

Por serem constituídos de DNA e RNA envoltos em uma membrana proteica, os vírus são dependentes de outras células para se reproduzir. Consequentemente estão continuamente à procura de hospedeiros, tornando essas doenças causadas por eles extremamente contagiosas.

Neste artigo falaremos sobre 3 doenças virais nos olhos, conjuntivite viral, herpes ocular e ceratite. A partir dessas informações e cuidados com a saúde ocular, as chances de evitá-las são maiores.

Conjuntivite Viral

Muito conhecida pelo contágio em massa, a conjuntivite viral é a forma mais conhecida desta doença contagiosa que inflama a conjuntiva, parte branca dos olhos.

Devido ao seu alto nível de contágio e o fato de os sintomas aparecerem alguns dias após a exposição ao vírus, geralmente é indicado a pessoa com a doença ficar afastada de seus compromissos, para evitar a transmissão.

Para essa doença viral não existe tratamento, apenas algumas recomendações para aliviar os sintomas do paciente. Além disso, é necessário manter os cuidados indicados pelo médico oftalmologista por até três semanas.

Herpes Ocular: doenças virais

Muito confundida com a conjuntivite viral, a herpes ocular possui sintomas semelhantes, como: olho vermelho e lacrimejante, dor ocular, visão turva, ardência, fotofobia, edema e sensação de corpo estranho nos olhos. Apesar de parecidas, a herpes ocular geralmente afeta apenas um dos olhos, enquanto a conjuntivite costuma ser bilateral.

O tratamento dessa doença viral é indicado somente pelo médico oftalmologista, já que requer cuidados especiais e se submeter à automedicação, pode ocasionar piora e complicações para o paciente.

Ceratite

A ceratite é uma doença viral ocular em que a membrana transparente da região frontal do olho fica inflamada. Ela pode ser causada tanto pelo vírus da herpes, quanto pelo paramixovírus, o vírus que transmite a clamídia.

Posteriormente a essa inflamação, pode avançar para uma ceratite dendrítica, que se não devidamente tratada, pode levar a complicações gravíssimas, como inflamação crônica, glaucoma e até perda de visão.

Em caso de qualquer suspeita ou sintomas, essas doenças virais oculares devem ser acompanhadas pelo médico oftalmologista capacitado, que saberá agir com os melhores procedimentos e evitando maiores complicações. Para mais informações sobre tratamentos, entre em contato com os nossos especialistas.

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.