Rua Treze de Maio, 22-50, Bauru-SP   (14) 3234-7745   contato@visaohospital.com.br
Blog
abr 20

5 medicamentos que podem causar problemas de visão

Você sabia que nem sempre os problemas de visão são ocasionados por doenças? Um desses casos é pelo uso indevido de medicamentos que podem causar problemas de visão.

Entre os efeitos colaterais, podemos citar problemas como: ressecamento dos olhos, vermelhidão, percepção espacial alterada, visão dupla e até danos ao nervo óptico.

Por isso, separamos uma lista com medicamentos comuns, que provavelmente você já deve ter tomado na sua vida e que podem causar efeitos colaterais, prejudicar a sua visão e o seu bem-estar se utilizados de forma irregular. Confira abaixo!

Medicamentos que podem causar problemas de visão:

1. Analgésicos

De venda controlado os analgésicos são usados para aliviar a dor, sem causar a perda de consciência. Tais como os fármacos anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) que contêm ácido acetilsalicílico, diclofenaco ou ibuprofeno.

Seu uso descontrolado pode causar visão desfocada ou visão dupla. Uma parcela menor de analgésicos também faz com que a pupila se estreite, resultando na dificuldade para enxergar no escuro.

Apesar de serem sintomas raros devido ao uso desse medicamento é preciso ter atenção, acompanhamento adequado e caso necessário a prescrição de um medicamento diferente.

2. Anticoncepcionais

É o método contraceptivo mais usado pelas mulheres no mundo inteiro. E como cada corpo é diferente, há também dosagens e composições díspares dos hormônios que previnem a gravidez.

Em alguns casos, a determinada pílula para a mulher pode provocar o ressecamento dos olhos. A curto prazo, o problema pode ser aliviado com o uso de lubrificantes indicados pelo oftalmologista.

Caso o efeito colateral esteja a incomodando, converse com o médico ginecologista de confiança para trocar a prescrição.

3. Antialérgicos

Segundo a Organização Mundial da Saúde cerca de 40% da população brasileira sofre com algum tipo de alergia. E usado como tratamento, os anti-histamínico conhecidos como antialérgicos nem sempre precisam de prescrição médica.

A automedicação aliada com a dosagem errada, pode causar o ressecamento dos olhos, sensibilidade à luz, coceiras, vermelhidão, ardência e aumento do lacrimejamento.

Esses efeitos colaterais são principalmente notados com o uso dos colírios antialérgicos. Portanto, ao usar qualquer medicamento, mesmo sem a necessidade de prescrição, opte por conversar com o especialista primeiramente.

4. Corticoides

Também conhecido como cortisona, esses são os nomes dados a um conjunto de hormônios esteroides produzidos pelo organismo artificialmente, muito indicado para tratar várias inflamações.

A longo prazo podem gerar alguns efeitos colaterais, inclusive nos olhos. Como por exemplo o aumento na pressão intraocular (interna do olho) e danos ao nervo óptico. Propicia também no desenvolvimento de catarata e glaucoma.

Dessa forma, é imprescindível conversar com o médico especialista antes de iniciar o tratamento com medicamentos que contêm corticoides. A receita deve ser monitorada e usada com cautela principalmente em idosos e crianças.

5. Antibióticos

Usado para controlar quadros infecciosos os remédios antibióticos precisam combater e destruir bactérias, mas também serem seguros para as células. Mas não necessariamente é isso que acontece.

Alguns antibióticos podem causar efeitos colaterais. Ligado a visão, esses problemas pode, provocar ardência nos olhos e maior sensibilidade à luz, o que um par de óculos escuros e repouso podem ajudar. E no geral após cessar o uso dos antibióticos, esses sintomas param.

Em casos mais sérios, pode provocar a descoloração da córnea. Então achar necessário não hesite em contatar seu médico de confiança, durante ou após o tratamento, converse com ele para encontrar medicamento alternativo.

O que fazer caso eu precise tomar alguns desses medicamentos?

No geral, não é preciso ter medo ao precisar fazer uso de um dos 5 medicamentos citados acima.

Isso porque cada organismo reage de uma maneira e se for acompanhado por um profissional, o mesmo está preparado para indicar o melhor tratamento para o seu caso e prevenir tais efeitos colaterais.

Ressaltamos mais uma vez que é preciso ter cautela, pois a automedicação e autoprescrição de medicamentos, apesar de ser comumente praticada pelas pessoas, é extremamente perigosa pela possibilidade de intoxicação.

Se você quiser falar a respeito de medicamentos que podem causar problemas ou tirar alguma dúvida sobre o assunto entre em contato conosco para agendar um horário com nossos especialistas. Ficaremos felizes em assisti-lo adequadamente nesse questão.

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *