Rua Treze de Maio, 22-50, Bauru-SP   (14) 3234-7745   contato@visaohospital.com.br
Blog
Maio 18

Coronavírus pode causar alteração na retina

Uma recente pesquisa divulgada pelo “Lancet”, respeitada revista mundial de ciência médica, apontou que algumas pessoas acometidas pela Covid-19 sofreram alteração na retina, trazendo para discussão que esse pode ser um sinal de coronavírus.

O estudo foi realizado por pesquisadores do Instituto Paulista de Estudos e Pesquisa em Oftalmologia e do Instituto da Visão da Universidade Federal de São Paulo, com 12 adultos de 25 a 69 anos de idade, 6 mulheres e 6 homens, que foram diagnosticados com sintomas leves da doença.

Esse é o primeiro estudo que aponta alterações neurológicas nos olhos em pessoas que contraíram o coronavírus e resumimos abaixo as principais informações que você deve ficar atento.

Alteração na retina causada pelo coronavírus

Nos 12 pacientes estudados foram verificadas lesões na retina – camada interna do globo ocular responsável por transformar a luz em sinais elétricos.

Essas alterações não provocaram perda da acuidade visual, perda dos reflexos ou sinais de inflamação intraocular.

O que chama muito a atenção da sociedade médica é que essa é uma alteração neurológica no olho e que deve ter total atenção a curto, médio e longo prazo.

Isso, porque, indica que o vírus pode chegar até o sistema nervoso central, ou seja, o cérebro, assim como é o caso de outras doenças.

Sintomas a longo prazo

Mesmo não percebendo a perda da função do olho nos pacientes, os pesquisadores continuam atentos sobre a possibilidade de surgirem lesões posteriores que podem causar algum tipo de dano à visão.

Ainda não é possível realizar esse estudo pelo fato da pandemia ter sido instaurada muito recentemente, não oferecendo objeto de estudo, pacientes que se curaram há muito tempo, aos pesquisadores.

Exame que detecta a alteração na retina

Para detectar esse sinal do coronavírus foi utilizada a tomografia de coerência ótica, exame não invasivo onde o paciente visualiza o brilho de uma luz e o médico consegue observar em detalhes a retina.

Esse exame é utilizado para verificar qualquer tipo de alteração na retina e é normalmente aplicado para a constatação de outras doenças também, diabetes, Alzheimer e Parkinson, por exemplo.

Essa descoberta pode, a partir de agora, contribuir para o diagnóstico do Covid-19, onde a tomografia de coerência ótica pode ser um dos métodos para a constatação de determinados casos da doença que levantam suspeita de distúrbios neurológicos.

Prevenção ao coronavírus

A grave doença que assola o mundo todo pode ser evitada se tomarmos algumas precauções estipuladas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

  • Saia de casa somente quando estritamente necessário.
  • Ao sair, utilize máscara de proteção e não leve as mãos aos olhos e/ou nariz.
  • Tenha sempre um álcool gel por perto se não puder lavar as mãos com água e sabão.
  • Evite aglomerações.
  • Não receba familiares, amigos ou convidados em casa.
  • Faça a higienização com álcool 70º em todos os itens que chegarem da rua para dentro de sua casa.
  • Ao perceber qualquer tipo de sintoma, acione imediatamente um médico ou uma instituição hospitalar.

Com a prevenção adequada realizada por toda a população e as embasadas pesquisas desenvolvidas por profissionais que descobrem sintoma do coronavírus, vamos passar por esse momento de crise. Para mais informações ou dúvidas sobre alteração na retina, entre em contato conosco.

Diretora técnica médica:

Dra. Mariana Mayumi Yanaguihara

CRM 151303

RQE 81709

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *